A Cracolândia e o Vale dos Leprosos

Acabei de lembrar de uma cena do filme "Ben Hur" protagonizada pelo ator Charlton Heston... O Vale dos Leprosos em Jerusalém. Uma região abandonada à própria sorte e marginalizada pela sociedade. Os doentes caindo aos pedaços e as pessoas tratando os acometidos pela lepra como dejetos humanos...

Parece alguma situação atual? Sim, a Cracolândia. Visualize então uma legião do exército romano expulsando os doentes para as montanhas na base da lança e da espada...

Você pode dizer pra mim: está com pena? Leva para casa! E eu responderei: qual é o fundamento da filosofia crística? Nesse caso, não seria acolher os doentes e tratá-los com amor e respeito? Essa é a função do Estado. Esse é o cerne da cristandade.

Muita gente esquece que os dependentes químicos são doentes. E mais gente os marginaliza porque eles não fazem parte de suas famílias.

Pensa: e se você tivesse morrido, e do outro lado da vida, soubesse que sua filha, por conta da depressão e da tristeza, estava entregue à situação de rua e viciada em crack? Você não​ ficaria no chão? Não choraria? E se essa sua moça, que você viu nascer e deu tantas vezes banho, e que dormia em seus braços macios, tivesse sido agredida e humilhada por policiais? Qual seria teu sentimento diante disso?

Espiritualidade não significa apenas receber espíritos, fazer trabalhos de magia, ler tarô, cantar mantras ou rezar pra tudo que é santo. Espiritualidade é também amar o próximo, protege-lo e ter compaixão de sua dor. Espiritualidade é também lutar pela dignidade, pelo  respeito ao ser humano e à natureza do Criador.

Eu não compreendo alguns que se dizem espiritualistas aplaudindo o que foi feito na Cracolândia pelo prefeito de São Paulo. Os obscuros a gente espera, mas espiritualistas​ ? E cristãos ? E budistas? E evangélicos?

Certamente algo deveria ter sido feito, mas  jamais e nunca daquele jeito. Ainda mais buscando, na justiça, autorização para uma internação compulsória, coercitiva e à força... Isso é um atentado à dignidade, à liberdade e ao respeito para com a humanidade! Desamor.

E se você, depois de ter lido este pequeno texto, ainda me provocar dizendo: - tá com pena? Leva pra casa! Eu vou te responder com toda a certeza: - se tivesse condições eu levaria todos pra casa e incluiria você, esta alma desprovida de altruísmo.

Você também precisa de tratamento. Mais do que isso, precisa de amor.

Comentários

Postagens mais visitadas